Como se aposentar sem depender do governo?

Antes de comentar   a respeito de como se aposentar sem depender do governo, é importante passar por três motivos para você começar agora a fazer uma reserva e aproveitar, para valer, a terceira idade e com tranquilidade.

O valor do INSS não é suficiente

O valor que o colaborador recebe do INSS normalmente não é suficiente para manter o padrão e a qualidade de vida que você vinha experimentando.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), de cada dez aposentados no Brasil, cerca de três continuam trabalhando. Entre os motivos estão complementar a renda (46,9%) e manter a mente ocupada (23,2%).

Manter a mente ocupada é ótimo! Porém, ser obrigado a trabalhar para complementar a renda, pode tornar a idade avançada bastante estressante – o que não é bom.

Não depender da ajuda de parentes

Dados da mesma pesquisa revelam que 35,1% dos idosos entrevistados chegaram à aposentadoria sem terem se preparado para esse período, dependendo da ajuda de parentes para manter a mesma qualidade de vida.

Esse é um dos pontos que mais precisamos pensar enquanto estamos ativos! Não existe coisa mais triste do que nos considerarmos um fardo para os outros, não nos sentirmos independentes e donos de nossas vidas.

Deixar de trabalhar quando quiser

Para conseguir se aposentar quando quiser, você tem que começar a economizar dinheiro cedo. Tenha o hábito de poupar parte do salário, pensando no seu futuro.

Agora, vamos ao que interessa! Como se aposentar sem depender do governo e ter uma vida tranquila?

1-  Comece o quanto antes a economizar para a sua aposentadoria.

Quanto antes você começar, em função dos juros compostos da aplicação que você vai fazer, como vou explicar a seguir, menor será seu sacrifício no presente. Menos você terá que sacrificar seu lazer do dia a dia para economizar.

2- Tenha uma meta

Vamos supor que você queira se aposentar com 60 anos. Qual sua visão de futuro aos 60 anos de idade? O que você vai querer fazer: Viajar? Aprender um novo idioma? Fazer algum curso? Aprender algo novo?

Essa visão de futuro e seu propósito podem te ajudar a mensurar o valor com o qual você estaria confortável para viver em sua aposentadoria.

3-  Qual o valor mínimo para você viver?

Tendo determinado qual é sua visão de futuro e fixado a meta de vida quando aposentado, você vai ter que orçar o quanto vai precisar para viver.

Qual o valor mensal mínimo que te deixaria confortável para viver de renda? Vamos supor R$ 8 mil por mês?

4- Tenha disciplina

Determinada a meta de vida quando você se aposentar e, entendido qual o valor mínimo para você viver de renda, com tranquilidade, e poder se aposentar com R$ 8 mil por mês, tudo o que basta agora é disciplina!

Vamos calcular então?

Supondo que você hoje tenha 40 anos e deseja se aposentar aos 60 anos de idade. Com aplicações tradicionais, tal como a aplicação em tesouro direto ou a caderneta de poupança, considerando os juros compostos, e incidência de imposto de renda em cada caso, você vai ter que fazer aplicações mensais sucessivas ao longo de 20 anos, ou 240 meses, de aproximadamente R$ 7 mil.

Agora, veja como é bom começar o quanto antes com o plano, como mencionei no item 1: se você começar aos 30 anos, vai ter que aplicar algo como R$ 3.500 e R$ 4 mil por mês.

A ideia, nesse exemplo acima, é que no final do período de 60 anos de idade, você vai ter aproximadamente R$ 2,5 milhões para ter um rendimento de R$ 8 mil mensais, sem diluir o principal.

Com informações  : Uranio Bonoldi Consultor, palestrante e oferece aconselhamento personalizado para empresários e executivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *